Webcast e novos desafios

Ponto prévio: 2021 será um ano desafiante para a plataforma intervir.pt.

Desde que este projeto se dedicou exclusivamente às matérias perigosas, em 12 de março de 2019, já conseguiu alcançar alguns pequenos feitos: artigos técnicos, vídeos explicativos, diversas formações ou consultadorias e até mesmo um alcance bastante significativo através da sua página e perfis. Ainda assim, o maior feito foi mostrar que há interesse nesta área, que as matérias perigosas, muitas vezes vistas como o “patinho feio” dos agentes de proteção civil, tem vindo a ganhar o seu merecido espaço. Verdade seja dita que muita desta afirmação se deve à pandemia causada pelo vírus SARS-Cov-2.

No último semestre de 2020, se descontarmos o curso de Descontaminação Biológica, ministrado em parceria de exclusividade com a ODYSECUR, a plataforma esteve adormecida, apenas com alguns apontamentos de atividade nas redes sociais e pequenas melhorias na sua página. Tudo isto mudou com a chegada, já este ano, de um novo elemento para a equipa, o Johnny Reis.

Desde esse momento muito projetos foram discutidos, sendo que alguns estão em estado de hibernação, aguardando alguma maturação, mas não estão esquecidos. O primeiro projeto a avançar é o webcast dedicado às matérias perigosas, o #hazmattalks. Com esta tertúlia pretendemos discutir, explorar e aprofundar temas do universo das matérias perigosas, partilhando na totalidade com quem nos quiser ver e/ou ouvir.

O conceito é um programa de 20 minutos (mais coisa, menos coisa) em formato de vídeo, neste momento ainda em diferido (para nos habituarmos tanto ao software como à nossa presença digital), mas que pretende, num futuro próximo, passar a algo em formato “live”, com interação dos espectadores. Aliás, esta última parte é a mais importante, mesmo agora, neste formato pré-gravado, haverá lugar a interação escrita, aquando da estreia dos episódios, no chat disponibilizado pelo YouTube.

Com uma frequência bimensal (espera-se!), os temas a abordar serão previamente definidos e estudados, sendo que poderá haver entrevistas a técnicos e peritos da área a abordar, sempre que tal seja possível. A escolha dos temas será da responsabilidade da equipa intervir.pt, mas estamos abertos a sugestões, aliás: pedimos que enviem sugestões de temas! Para tal podem usar os serviços de mensagens do Facebook e do Instagram, a caixa de comentários do YouTube ou o formulário disponibilizado na página. Enviem as vossas sugestões e ajudem-nos a criar conteúdo que vá ao encontro do que os agentes de proteção civil e/ou outros elementos precisam de conhecer.

Como disse no início, 2021 será um ano desafiante, nós estamos com vontade de explorar os caminhos das matérias perigosas, e vocês? Subscrevam o canal no YouTube, sigam-nos nas redes sociais… Tomem parte!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s